Sunday, July 06, 2014

Lince ibérico de novo em Portugal?





Lince ibérico | Centro Nacional de Reprodução
em cativeiro, Portugal

A libertação marcará o início da reintrodução dos linces em Portugal, de onde praticamente desapareceram ao longo do século XX. 

Serão oito animais, nascidos na rede de centros de reprodução em cativeiro de Espanha e Portugal e que irão experimentar a vida selvagem na zona de Mértola.



Lince Ibérico Portugal
O lince ibérico (Lynx pardinus) só existe na Península Ibérica e está "criticamente ameaçado" de extinção, segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza. 

É a espécie de felino mais ameaçada no mundo e o carnívoro em maior perigo na Europa. O lince-ibérico é prevalente na Península Ibérica, no sul da Europa



Centros de Reprodução Lince-ibérico
Instituto de Conservação da Natureza

"Com uma área de distribuição histórica extremamente reduzida e fragmentada, ocupando apenas áreas de Portugal e Espanha, esta espécie encontra-se classificada como o carnívoro mais ameaçado na Europa e o felino mais ameaçado no Mundo, tendo sido recentemente classificado pela União Internacional de Conservação da Natureza (UICN) como criticamente ameaçado."

WWF Portugal

Há quatro centros de reprodução em Espanha e um em Portugal, situado em Silves e aberto em 2009.



Créditos : CNRI 2013
Centro Nacional de Reprodução Lince Ibérico

Entre 2005 e 2013, nasceram 236 linces. Este ano, foram mais 36. Dos que sobreviveram, vários já foram libertados na natureza, todos em Espanha. Alguns, inadaptados para a vida selvagem, foram para zoológicos.

As zonas trabalhadas para a reintrodução do lince ibérico em Portugal são Mértola, Moura-Barrancos e Serra da Malcata. As duas mais próximas da reintrodução são Moura-Barrancos e Mértola.


O investimento está a ser feito tendo em vista a reintrodução em Mértola, embora o esforço de melhoria do habitat e de monitorização das condições se mantenha nas várias zonas.

No que diz respeito a data, chegou a ser indicado o mês de  Junho, mas a decisão foi adiada por se considerar mais importante garantir que a população de coelhos aumentasse de forma sustentável do que avançar sem haver certezas que estavam garantidas as condições de habitat. 

Caçadores e gestores da caça estão entre um conjunto de agentes que subscreveram no passado dia 1 Julho o pacto para a preservação do lince

"O lince ibérico (Lynx pardinus), símbolo da conservação dos ecossistemas mediterrânicos, é uma espécie única, endémica de Portugal e de Espanha, estando classificado, pela União Internacional para a Conservação da Natureza (UICN), como o felino mais ameaçado do mundo." Ler mais aqui



Iberian Lynx in Portugal

Lynx, wolves and brown bears are returning to areas in Western Europe from which they have long been absent. This raises specific questions concerning the effective conservation of these species and the potential consequences for livestock farmers and hunters.

The European Union is home to five species of large carnivore. These include the brown bear, the wolf, the wolverine and two species of lynx, the Eurasian lynx and the Iberian lynx. Historically these species have all suffered dramatic declines in numbers and distribution as a consequence of human activity. Due to increases in their prey and forest cover and favourable legislation the last few decades have seen a positive response, with most populations stabilizing or increasing again. A result has been the return of these species to many areas from which they have been absent for decades. At least one of these species is currently found in 21 EU countries.

After the Iberian Wolf now it's the time to preserve the Iberian lynx.

The lynx population in the EU has enlarged from 8 000 individuals in 2001 to 9000 - 10000 in 2012 (20% of increase). The Karelian lynx population has increased from 870 to 2500 individuals and the Jura lynx population has gone from 80 to 100. 





In Spain and Portugal there are four survival centers of lynx. One in Portugal and three in Spain.

The lynx is one of the most endangered carnivore  species in the world and the most endangered carnivore in Europe. The Iberian lynx is prevalent in the Iberian Peninsula in Southern Europe.

Between 2005 and 2013, 236 lynx were born in Spanish and Portuguese survival centers.

This year, there were over 36. Among those who survived, many have been released into the wild, all in Spain. 

In Portugal four regions are prepared to the reintroduction of the Iberian lynx : Mértola, Moura-Barrancos and Serra da Malcata ((read the map above). The first one will be released at Moura-Barrancos and Serra da Malcata.

In Portugal the first release of eight lynxs born in captivity will take place after summer. This if sustained recovery in populations of wild rabbit - the principal food of the most endangered feline in the world.

Well, it's a pity that wild rabbits will be eated by Iberian lynx. After all we preserve all animal species.

Geração 'green'

06.07.2014

Creative Commons License


2 comments:

heldersmith said...

Partilhado em Lince Ibérico (Lynx Pardinus) S.O.S.https://www.facebook.com/linceibericolynxpardinussos

Green Gen said...

Muito obrigado helderdmith :-)

Saudações